terça-feira, 7 de fevereiro de 2012

«Rezar e amar»


O estímulo e o exemplo de Jesus que «saiu da sinagoga e foi, com Tiago e João, a casa de Simão e André...» [cf Mc 1, 29-39] e o testemunho de Paulo que contou a sua experiência à comunidade de Corinto dizendo «Fiz-me tudo para todos, a fim de ganhar alguns a todo o custo...» [cf 1 Cor 9, 16-23] já proporcionou encontros felizes em plena estrada, quando me desloco de um lado para o outro. Num deles, dois homens aproximavam-se da estrada depois de terem visitado a propriedade de um deles. De repente lembrei-me, também aqui posso amar depois do rezar acontecido há pouco na igreja.
Parei. Saudei... Tudo simples... De início um diálogo de «desconhecidos...» até ao reconhecimento «do nosso padre». Um momento feliz para as duas partes. Pelo menos para quem refere esta experiência assim foi... para a outra parte pode cada um tirar a conclusão observando a foto feita na ocasião e imaginando a conversa que terá continuado entre os dois homens que constituíram uma das partes desta experiência.
Um dia feliz sem perder nenhuma ocasião de amar

Sem comentários:

Enviar um comentário