quinta-feira, 1 de março de 2018

«ESCUTAI-O»
Leitura do Evangelho
em família
[Marcos 9, 2-10]

       Com a devida vénia, publico neste blog esta segunda notícia que também li em http://rezandoavidaemfamilia.blogspot.pt/2018/02/a-festa-da-familia-e-ordenacao.html, pois se trata do Padre Luís Farinha que tem raízes nos COLOS, da Paróquia de Cardigos.

            Na próxima Sexta-Feira, dia 02 março, será a “Missa Nova” (Primeira Missa, em Cardigos, às 11h00)
A festa da família
e a Ordenação Sacerdotal
Domingo foi um dia de festa não só para a nossa família mas também para a Igreja: o meu primo Luis Farinha foi ordenado sacerdote. Ele estava na Colombia em missão junto dos indígenas e vai voltar para servir essa comunidade. Só Deus sabe os sacrifícios e obstáculos que tiveram de ser contornados para que se concretizasse este dia. Estamos muito felizes! O Luís é meu padrinho de casamento e padrinho de batismo da Clarinha. Já fazia anos que pediamos a Deus esta graça na nossa oração familiar. Depois de muitas orações fomos abençoados com muitas graças.

Como fui ler a primeira leitura, a minha tia reservou a primeira fila para a nossa família. As crianças estavam muito atentas, foi a primeira vez que assistiamos a  uma ordenação e confesso que fiquei emocionada. Foi muito especial...



Eu tenho um grande carinho e admiração pelos sacerdotes. Um dos hábitos que temos em família é rezar sempre pelos nossos sacerdotes e por sacerdotes amigos. Tenho como irmãos espirituais e recorro a eles, os sacerdotes santos: Dom Bosco, S. Pio Pietrelcina, São João Maria Vianney e tenho lido sobre um sacerdote espetacular : padre Emiliano Tardif.

admirados, nos tempo que correm eles se sentem muito sozinhos. Nunca os sacerdotes se sentiram tão sozinhos e sem acolhimento nas paróquias como hoje... Precisamos de apoiar famílias mas também os sacerdotes.
Como disse no final da missa ao cumprimentar o Sr. Bispo: " As famílias têm de caminhar junto com os sacerdotes".
Sem famílias que rezem não há vocações e sem sacerdotes não há sacramentos: a fonte de graças para que as famílias se santifiquem...


Rezem pelos sacerdotes, saibam dar acolhimento nas paróquias, reconheçam neles a presença viva de Jesus! Sem eles como podemos chegar ao céu?


Publicada por Família Almeida à(s) 09:14 27 fevereiro 2018



Sem comentários:

Enviar um comentário