expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

quarta-feira, 15 de maio de 2013



«… com grande alegria
… bendizendo a Deus»
               [Lucas 24, 46-53]


           

            Continuamos a celebrar a SEMANA DA VIDA com o lema DÁ + VIDA À TUA VIDA. Também nesta quarta-feira, no final da audiência na Praça de São Pedro em Roma que está sempre a ser mais pequena para acolher a multidão, o Papa Francisco renovou os seus apelos pela defesa da vida como já o tinha feito solenemente no Regina Caeli do Domingo passado.

            Na Catequese de hoje, a poucos dias do Domingo de Pentecostes o Santo Padre debruçou-se precisamente sobre o Espírito Santo - dizendo que o Espírito Santo guia a Igreja e cada um de nós para a Verdade. Diante de uma época como a nossa, em que impera o relativismo, é importante lembrar que Espírito Santo é Aquele que nos permite encontrar a Verdade. Ter encontro com a Verdade que se fez carne: Jesus Cristo. 
"O Espírito Santo, como promete Jesus, guia-nos a toda a verdade, guia-nos não só ao encontro com Jesus, plenitude da Verdade, mas guia-nos dentro da Verdade, faz-nos entrar numa comunhão cada vez mais profunda com o próprio Jesus, dando-nos a inteligência das coisas de Deus. E esta não a conseguimos atingir com as nossas forças. Se Deus não nos iluminar interiormente, o nosso ser cristãos será superficial."
De facto, a ação do Divino Paráclito consiste em recordar e imprimir no coração dos fiéis as Palavras de Jesus, fazendo com que estas se transformem em princípio e guia da vida cristã. É do íntimo de nós mesmos que nascem as nossas ações; é o coração que deve converter-se a Deus, e o Espírito Santo transforma-o se nos abrirmos a ele. 
"Perguntemo-nos: estou aberto à acção do Espírito Santo, rezo para que me dê luz, me torne mais sensível às coisas de Deus?"

Dar resposta a esta pergunta é certamente uma oportunidade para continuar a viver «com grande alegria… bendizendo a Deus»

Sem comentários:

Enviar um comentário