sexta-feira, 8 de março de 2013


«E se não vos arrependerdes …
Senhor, deixa-a ficar mais um ano»
                                                                         [Lucas 13, 1-9]




    
Celebram-se neste dia duas efemérides: o Dia Internacional da Mulher e a comemoração de São João de Deus, religioso, nascido em Montemor-o-Novo (Portugal), em 1495 e falecido em Granada (Espanha) no ano de 1550.
     Se as mulheres, como há dias recebi num email, são aquelas que têm um suplemento de generosa dedicação (e oxalá nunca se cansem de a ter), São João de Deus, e também os seus primeiros e actuais seguidores, distinguiu-se pela sua extrema caridade para com os pobres e os doentes, em grande número no seu tempo, como também no nosso.
     Em tempo de caminhada quaresmal, não faltarão oportunidades para que mulheres e homens se voltem para o essencial da vida, com a certeza e a confiança de São João de Deus que afirmava diante de tantas dificuldades: «… até eu me espanto como é possível sustentar a todos … mas Cristo a tudo provê».
     Continuação de um dia feliz procurando «Amar a Deus com todo o coração e o próximo como a si mesmo»

Sem comentários:

Enviar um comentário