terça-feira, 1 de janeiro de 2013


«Não sabíeis que Eu devia estar 
na casa de meu Pai»
                                                                         [Lucas 2, 41-52]



    «Estar na casa de meu Pai» é também celebrar festivamente o oitavo dia do Natal e 1º dia do Novo Ano de 2013, com a Solenidade de Santa Maria, Mãe de Deus e Mãe da Igreja, e Dia Mundial da Paz.
    Mas como fazê-lo?
    Há dias fazia uma viagem por uma das muitas estradas de Portugal e deparei-me com esta placa indicativa JUNTOS.
    Confesso que me chamou a atenção, mas segui em frente… entretanto, percorrido um quilómetro, decidi voltar para trás e fotografar… Mesmo se ela parece indicar para trás, o que realmente se deseja e é preciso, é que ela aponte para  a frente… Por  isso, ela aqui fica a desafiar um modo de vida que também o Papa Bento XVI aponta na Mensagem para o Dia Mundial da Paz quando escreve:
«A realização da paz depende sobretudo do reconhecimento de que somos, em Deus, uma única família humana. Esta, como ensina a Encíclica Pacem in terris, está estruturada mediante relações interpessoais e instituições sustentadas e animadas por um «nós» comunitário, que implica uma ordem moral, interna e externa, na qual se reconheçam sinceramente, com verdade e justiça, os próprios direitos e os próprios deveres para com os demais. A paz é uma ordem de tal modo vivificada e integrada pelo amor, que se sentem como próprias as necessidades e exigências alheias, que se fazem os outros comparticipantes dos próprios bens e que se estende sempre mais no mundo a comunhão dos valores espirituais» (cf nº 3)
    E a propósito dos valores espirituais, fazendo um outro tipo de viagem, desta vez pela net, deparei-me com uma outra Iniciativa, intitulada “Time out” pela Paz, que pode ser consultada -  Aqui 

    Afinal o caminho JUNTOS é sempre promissor de mais esperança e mais Paz
    Feliz Ano Novo 2013

Sem comentários:

Enviar um comentário