expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

sábado, 24 de março de 2012

«A quem iremos nós, Senhor?...



...Tu tens palavras de vida eterna!» 
[João 6,68]



Valeu a pena a experiência feita esta tarde.

Os testemunhos de São Basílio, o Grande e de Santa Teresa de Lisieux, a Teresa pequena, foram uma preciosa ajuda para ver a importância das «palavras de vida eterna» nas suas vidas, mas não o foram menos os testemunhos de uma idosa no seu Lar de idosos e, sobretudo, do pequeno Tomás de cinco anos que interrompendo as suas amadas brincadeiras foi até à cozinha e disse à mãe: «Eu ajudo-te!» … «Porque me sinto feliz» e no final a mãe exclama: «Como me ajudaste, agora posso ir sentar-me e descansar».

Vivendo assim a Palavra de Deus «ficamos em paz connosco e com os outros»; «É maravilhoso quando a Palavra de Deus vai substituindo o nosso modo de pensar, de querer, de agir em todas as circunstâncias da vida»; foram estes alguns dos ecos dos participantes nesta iniciativa interparoquial.

Sem comentários:

Enviar um comentário