quarta-feira, 24 de agosto de 2016

«Esforçai-vos por entrar pela porta estreita»

 [Lucas 13, 22-30]

 

Às 18h30, estarei na Capelinha das Aparições donde saúdo com a ternura de Maria quem está aqui presente e quem, com os Meios de Comunicação Social e Internet, nos acompanha e reza connosco nas suas casas, nos lares e centros de dia, nos hospitais, nos estabelecimentos prisionais ou vai de viagem e quem se recomenda às nossas orações.
Estamos no final de Agosto. Tempo de verão e de incêndios e hoje de um grande sismo em Itália. Unimo-nos ao Papa Francisco que substituiu a catequese desta quarta-feira pela oração dos mistérios dolorosos do rosário pelas vítimas do sismo, “incluindo crianças”.
Tempo de férias aproveitado para cuidar da formação espiritual em vários lugares e também aqui, em Fátima, onde está a decorrer a 39ª Semana Bíblica Nacional, o Curso Geral de Catequistas e o Curso de Missiologia e onde se viveu a última peregrinação aniversária, com muitos peregrinos, entre eles numerosos migrantes; trouxeram o trigo para as hóstias (76ª vez 1940-2016) e daqui partiram com a fé e a força renovadas e a palavra: “Fátima ajuda-nos a ler a história e a ver que é possível mudá-la a partir de dentro, com a força que vem do alto”.
No dia do Apóstolo São Bartolomeu rezamos pelos missionários do Oriente onde ele pregou o Evangelho e foi martirizado.
Ao iniciarmos estes trinta minutos de oração mariana, ofereço a Maria, em nome de todos, flores de várias cores, para significar a harmonia e beleza da variedade das nossas vidas em oração unânime, enquanto cantamos «Onde se reúnem dois ou três em Meu nome, Eu estou no meio deles, diz o Senhor»”

Neste tempo de verão estas flores são sinal das nossas vidas unidas em oração com o Papa Francisco e toda a Igreja





A Oração do Rosário - AQUI

Sem comentários:

Enviar um comentário